Umuarama


A Cidade

Neologismo cunhado por Silveira Bueno em 1927, Umuarama quer dizer “lugar alto, ensolarado, para encontro de amigos”. Foi criado a pedido de Willian Alfred Waddel, então diretor-presidente do Mackenzie College, para dar nome a uma colônia de férias que o colégio havia adquirido em Campos do Jordão.

Dos elementos tupis embu: lugar; ara: dia, luz, claridade; e ama: sufixo coletivo que indica muitos, reunião, ajuntamento de pessoas ou coisas. Em 1949, foi detectada a presença de índios desconhecidos, provenientes do Mato Grosso, na região da Serra dos Dourados (atualmente distrito).

A primeira expedição para estabelecer contato foi organizada com a colaboração da Universidade do Paraná e do Serviço de Proteção aos Índios, em outubro de 1955. A partir da primeira visita, foi decidida a criação de um posto de socorro na Fazenda Santa Rosa. Os Xetá compreendiam um grupo de cerca de 300 indivíduos. Segundo depoimentos, desapareceram da Serra dos Dourados por causa do desmatamento. Muitos morreram ou retornaram para Mato Grosso.

A colonização do atual município deu-se a partir de 26 de junho de 1955, data da fundação, e foi realizada pela Companhia Melhoramentos Norte do Paraná. Na ocasião, foi rezada a primeira missa na localidade, pelo frei Estevão de Maria. Sob a supervisão de Hermann Moraes, negociou-se a compra da Gleba Umuarama, com aproximadamente 40 mil alqueires de terra. Coube a Rubens Mendes Mesquita a tarefa de abrir e administrar a nova frente de colonização. O plano diretor foi desenvolvido pelo engenheiro Wladimir Babkov.

Concluídos os trabalhos demarcatórios, começou o vitorioso processo de vendas de lotes urbanos e rurais, sempre bem servidos de ribeirões e riachos nos fundos e boas estradas nas cabeceiras. Em pouco tempo, surgiu o efetivo povoamento, com inúmeras famílias se estabelecendo na cidade. Pela lei 4.245, de 25 de julho de 1960, criada pela Assembléia Legislativa e sancionada pelo governador Moisés Wille Lupion de Tróia, o patrimônio de Umuarama foi elevado à categoria de município emancipado, com território desmembrado de Cruzeiro do Oeste.

A instalação oficial do município deu-se em 15 de novembro de 1961. O primeiro prefeito foi Hênio Romagnolli. Nos anos seguintes a cidade viveu um crescimento populacional vertiginoso. Assim como na maioria das cidades do norte e noroeste do Paraná, existe em Umuarama uma grande quantidade de árvores (aproximadamente 100 mil). A grande arborização contribui para amenizar o forte calor dos meses mais quentes. No centro existem dois grandes bosques de matas nativas (Uirapuru e Xetá). Grandes áreas de erosão existentes foram recuperadas e deram lugar ao Lago Aratimbó e Complexo Poliesportivo.

O Município

Umuarama é pólo da Amerios (Associação dos Municípios Entre Rios). Foi fundada em 26 de Junho de 1955 e tem uma população aproximadamente de 100 mil habitantes e é uma das maiores cidades do Estado do Paraná.

Endereço
R. Jaçanã, 2752, 87504–656
Área
1.233 Km²
População
95.153 hab.
Altitude média
430 m
Latitude
23º 47′ 55” Sul
Longitude
53º 18′ 48” Oeste
Pluviosidade
1.064 mm/ano
Temp. média anual
24ºC

Desenvolvimento Humano

Conceituamos o Desenvolvimento Humano, como principal alicerce a ser estruturado para que o Desenvolvimento Econômico aconteça. Seja qual for a atividade que demande profissionais qualificados, o Programa de Capacitação Profissional promove oportunidades para inserção social, por meio de qualificação pessoal, profissional, gerando desta forma emprego e renda para aqueles que se encontram em vulnerabilidade conômica, e para as pessoas que buscam o primeiro emprego, visando à melhoria na qualidade de vida.

Educação

Na Educação e Ensino, contamos com o complexo universitário UNIPAR – Universidade Paranaense.

Recentemente, a Unipar inaugurou o “Hospital Veterinário” em seu campus 2, na rodovia PR-480 equipado com tecnologia de primeiro mundo importada da Alemanha. A obra, numa área de 4,5 mil metros quadrados custou em investimentos, cerca de R$ 2,5 milhões e está classificada como uma das três melhores do Brasil e atenderá os estudantes do Curso de Medicina Veterinária.

Com apenas 10 anos de existência, o curso de Agronomia do Campus Regional de Umuarama desfruta de notas máximas na avaliação do Ministério da Educação. Conforme resultados de avaliação de cursos realizada pelo MEC, e publicados no último dia 18 de novembro, a Agronomia da UEM em Umurama obteve a nota máxima (conceito 5) tanto no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) quanto na Avaliação Geral do Curso (CPC).

Agricultura & Indústria

O município de Umuarama é destaque na agricultura com o programa PATER (Programa de Arrendamento de Terras, na pecuária e agronegócios.

Entre os eventos que vêm fazendo Umuarama conhecida em âmbito nacional são: Exposição Feira Agropecuária, Comercial e Industrial; Show Tecnológico Arenito Caiuá; Mostra de Inverno.

Vem se destacando no setor moveleiro, alimentício e agrobusiness, setores que vêm contribuindo decisivamente para definir o perfil industrial de Umuarama, graças a uma visão de parceria e soma de interesses comuns, o que faz jus a frase: União entre amigos, “Lugar onde os amigos se reúnem”.

Atualidades

O Município também é destaque na genética de ponta. O PIA (Programa de Inseminação Artificial), Pró-Renda (Programa de Renda para o pequeno produtor rural).

Já é considerada a Capital do Arenito e prepara-se para ser também a Capital das Flores e das Frutas. É centro de referência na área de saúde pública e privada, na Educação e Lazer, maior bacia leiteira do Estado, pólo regional de comércio e serviços, capital de uma região formada por 32 municípios.

Fonte:
Prefeitura Municipal de Umuarama

Fotos:
Capa: Sergio Avelino Campagnolo
Cabeçalho: Peri José Rosas
Demais fotos: Fernando Higashi